Notícias - Futebol

10 de Maio de 2018 ás 22:48

Copa do Brasil: Luverdense é goleado na Vila pelo Santos

Gabigol marca três vezes, Santos goleia o Luverdense e põe um pé nas quartas da Copa do Brasil

(Foto por: Showdoesporte/Gazeta Esportiva)

Depois de levar cinco gols do Grêmio no fim de semana, o Santos se recuperou diante de seu torcedor nesta quinta-feira, ao golear o Luverdense por 5 a 1, no duelo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, na Vila Belmiro.

Apesar do resultado, o Luverdense foi quem saiu na frente, aos 11 minutos de jogo, em cobrança de falta de Itaqui que contou com uma rara falha de Vanderlei. Gabigol, de cabeça após cruzamento certeiro de Victor Ferraz, empatou para o time praiano.

Aos 14 minutos do segundo tempo, Gustavo Henrique virou a partida para o Santos. Aos 18, Gabigol aproveitou rebote de um chute de Rodrygo e fez o terceiro dos mandantes.

O quarto gol do Santos, e o terceiro de Gabigol, foi o mais bonito. O atacante completou um cruzamento rasteiro de letra para o fundo das redes.

Aos 40 da etapa final, ainda sobrou tempo para Yuri Alberto fazer o quinto gol do Santos.

O duelo de volta acontece na próxima quinta-feira, na casa do Luverdense. E o Santos pode até perder por três gols de diferença que ainda assim avança às quartas de final da Copa do Brasil.

Primeiro tempo

O Santos, um dos gigantes do futebol brasileiro, na Vila Belmiro, contra o Luverdense, oitavo colocado de seu grupo na Série C do Campeonato Brasileiro. Vida fácil? Que nada.

O Santos, diferentemente do esperado, não adiantou suas linhas de marcação. E nos primeiros minutos, foram os visitantes quem criaram as melhores ações.

Aos 11, veio o castigo. Itaqui cobrou falta na área, a bola passou por todo mundo e contou com a colaboração do goleiro Vanderlei para morrer no fundo da rede. 1 a 0.

O alvinegro, mesmo longe de estar inspirado, não demorou para reagir. E a jogada veio com os dois mais contestados pela torcida: Victor Ferraz e Gabigol. O lateral deu um cruzamento perfeito para o camisa 10 cabecear e empatar o jogo.

Na segunda metade do primeiro tempo, o Santos tentou controlar, mas não conseguiu. O Luverdense seguiu perigoso e a partida ficou aberta. Vanderlei se redimiu em bela defesa nos instantes finais da etapa inicial.

Alma lavada

No segundo tempo, o Santos fez o placar ter lógica. A equipe voltou com uma postura diferente, mais adiantado e fez valer a diferença técnica para o Luverdense.

Os gols saíram naturalmente. O segundo veio com Gustavo Henrique, aos 13, depois de boa cobrança de falta de Vitor Bueno. O zagueiro teve boas chances no primeiro tempo e, depois de muito tentar, conseguiu. Ele substituiu David Braz, poupado por conta de dor muscular na panturrilha.

Com a vantagem, os espaços apareceram e a goleada foi construída. Gabigol lavou a alma e aproveitou rebote de Rodrygo para marcar aos 17. E aos 22, o camisa 10 alcançou seu hat-trick depois da segunda assistência de Victor Ferraz. O camisa 4 foi bem no seu retorno ao time titular.

Na segunda metade da etapa final, o Santos continuou em cima, buscando mais gols. Rodrygo tentou de todas as formas seu primeiro na Vila Belmiro, mas não conseguiu. E foi seu parceiro de base quem marcou. Yuri Alberto recebeu assistência de Arthur Gomes e fechou o placar. 5 a 1. E alma lavada na Vila Belmiro.

FICHA TÉCNICA:
Santos 5 x 1 Luverdense

 

Local: Vila Belmiro, em Santos
Data: 10 de maio de 2018
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Michael Correia e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
Público e renda: 3.590/R$ 90.725,00
Cartões amarelos: SANTOS: Gabigol e Alison. LUVERDENSE: Paulinho, Rafael Silva e Moisés..
GOLS: Santos: Gabigol, aos 24 do 1T, 17 e 22 do 2T; Gustavo Henrique e Yuri Alberto, aos 13 e 40 do 2T Luverdense: Itaqui, aos 11 do 1T

 

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Dodô; Alison (Yuri), Jean Mota e Vitor Bueno; Gabigol, Rodrygo e Eduardo Sasha (Yuri Alberto) Técnico: Jair Ventura

LUVERDENSE: Diogo Silva; Itaqui, Kaique, André Ribeiro e Paulinho; Diogo Sodré, Moisés e Elton (Rubinho); Lucas Braga (Adriano), Rafael Silva e Paulo Renê (Ariel) Técnico: Luizinho Vieira

Fonte: Showdoesporte/ESPN Brasil

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
COMENTE AGORA